Receita Federal regulamenta obrigatoriedade de reporte em operações liquidadas em espécie.

[av_hr class=’default’ height=’50’ shadow=’no-shadow’ position=’center’ custom_border=’av-border-thin’ custom_width=’50px’ custom_border_color=” custom_margin_top=’30px’ custom_margin_bottom=’30px’ icon_select=’yes’ custom_icon_color=” icon=’ue808′]

[av_textblock size=” font_color=” color=”]

A Instrução Normativa RFB nº 1.761, de novembro de 2017 prevê que a Administração tributária seja notificada sobre todas as operações que tiverem o valor igual ou superior a R$ 30mil em espécie.

A obrigatoriedade em reportar operações relevantes em espécie tem sido uma medida adotada em diversos países para o combate a varias práticas de ilícitos financeiros como lavagem de dinheiros, sonegação e/ou aquisição de bens quando não há a intenção de identificá-los pelas autoridades tributárias.

A pessoa física ou Jurídica que receber recursos em espécie no valor igual ou superior a R$30 mil e não declarar a operação à Receita Federal ficará sujeita a multa de 1,5% a 3,0% do valor da operação, respectivamente, quando omitir informações ou prestá-las de forma inexata ou incompleta.

Para mais informações, clique aqui – Receita Federal.

[/av_textblock]

Deixar uma resposta